Um homem foi preso nesta terça-feira (24) suspeito de estuprar adolescentes na cidade de Barra, no oeste da Bahia. Conforme o delegado Jenivaldo Rodrigues, as investigações apontaram que ele se passava por pai de santo e usava nomes de entidades para cometer os crimes. A idade do suspeito não foi divulgada.

A polícia estima que mais de 30 adolescentes, com idades entre 12 e 18 anos, tenham sido vítimas do homem. A maioria delas era virgem quando os abusos foram cometidos.

Segundo o delegado, para estuprar as vítimas, o homem dizia que realizava rituais para que elas evoluíssem espiritualmente. As adolescentes eram atendidas individualmente dentro de um quarto.

As adolescentes tinham os olhos vendados e precisavam tirar peças de roupas para ficar nuas ou seminuas, por determinação do suspeito.

As investigações da Polícia Civil apontaram que os crimes começaram há mais ou menos 4 anos. A casa usada para cometer os crimes fica em um local pouco movimentado e afastado da cidade.

O delegado Jenivaldo Rodrigues informou que ainda há adolescentes para serem ouvidas pela polícia.

O suspeito foi ouvido na delegacia de Barra e deve ser transferido para o presídio de Barreiras, que também fica na região oeste do estado.

Foto: Arquivo Pessoal

Fonte: G1