O resultado da perícia realizada acerca da morte de uma menina de 3 anos, no município de Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, aponta que a criança foi realmente vítima de abuso sexual. As informações são do G1. No documento, divulgado nesta terça-feira (4), consta o estupro ocorreu há cerca de 15 dias e provocou uma embolia pulmonar em Ilana.

Responsável pelas investigações do crime, o delegado Joaquim Rodrigues, relata que a menina sofreu ainda lesões internas no baço, fígado e pulmão. Até o momento, não há informações sobre suspeitos. As pessoas próximas à vitima também serão ouvidas durante as apurações. Ainda durante as investigações o Conselho Tutelar de Luís Eduardo Magalhães deve acionar a Comarca da Formosa do Rio Preto para que verifique as condições das demais crianças da família de Ilana. 

Relembre o caso 

A menina morreu nesta terça-feira (3). Na ocasião, uma médica que atendeu a criança teria denunciado que a vítima apresentava indícios de estupro. Ilana chegou a ser socorrida ainda com vida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde foi medicada e intubada, mas não resistiu. Os pais da menina negaram o crime.

Fonte: BNews