Foto: Reprodução / Maraú Notícias

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) moveu uma ação civil pública contra o município de Ubaitaba, no Litoral Sul, pedindo para que a Justiça determine em decisão liminar a inauguração e efetiva prestação do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) na cidade. O pedido foi protocolado na última terça-feira (7).

Na ação, o promotor de Justiça Allan Santos Góis aponta que, embora o município possua “ambulância do Samu e profissionais treinados para operá-la”, o serviço não é efetivamente oferecido à população da cidade. 

Ele afirma ainda que a ausência da prestação do serviço mostra “descaso com os recursos já destinados ao município para tal finalidade, eis que os repasses de verbas para tal serviço já foram destinados”.

Fonte: Bahia Notícias