Um homem foi detido por policiais militares após chamar a mesária de uma seção no Stiep, em Salvador, de “negra incompetente”. Um vídeo que circula nas redes mostra o momento em que ele deixa o local de votação sob gritos de “racista”.

De acordo com o Correio, o caso ocorreu na Universidade Estácio. Ainda segundo o jornal, o homem disse à mesária que se ele fosse negro, gay ou índio teria conseguido votar.

A PM informou que o homem foi contido por populares até a chegada dos agentes, que conduziram o acusado, possíveis vítimas e testemunhas para a 1ª DT.

Fonte: Bahia Notícias