A Polícia Penal do presídio Regional Manoel Barbosa de Souza (Premabas), em Sergipe, prendeu uma mulher por corrupção de menores e falsificação de documentos. Segundo relato dos policiais, a mulher acompanhava a filha de 15 anos durante a tentativa de visita íntima a um detento. A garota estava portando um documento falso. 

A garota revelou que sua mãe a levou até a unidade prisional. Questionada, a genitora afirmou que aconselhou a garota a não, mas devido a sua insistência, resolveu acompanhá-la. Ela também confessou que sabia que a filha portava um documento falso para tentar entrar no presídio. 

A adolescente revelou ainda que tinha recebido 3 mil reais e um Iphone7 para se relacionar intimamente com o interno. 

Após todas as diligências necessárias, a mulher foi encaminhada para a Delegacia Regional de Tobias Barreto, onde foi decretada sua prisão preventiva por corrupção de menores e uso de documento falso, cujas penas totalizam mais de 8 anos. O interno também responderá pelos mesmos crimes.

Fonte: Bnews