CASA DOS ESTUDANTES DE IPIRÁ PEDE SOCORRO (DE NOVO) 

Estudantes universitários, residentes da Associação dos Estudantes de Ipirá (AEIPI), reuniram-se neste sábado (23), na praça Roberto Cintra, em Ipirá (BA), para debaterem a busca de soluções para o impasse criado com a decisão do prefeito do município Marcelo Brandão, em suspender o início das obras de reforma da casa dos estudantes em Salvador.

A casa, como já foi divulgado diversas vezes, está desmoronando. Os estudantes estão preocupados. Os residentes lembram que um Termo de Compromisso foi assinado no dia 05/04/2017, onde o prefeito do município Marcelo Brandão assinou o documento, juntamente com dois vereadores, prometendo começar as obras assim que os estudantes desocupassem a casa, sendo que a casa reformada seria devolvida aos estudantes no máximo em um ano, a partir da data da assinatura do Termo de Compromisso (05/04). 

Outra casa foi alugada, e os estudantes desocuparam o prédio que está desabando. No entanto, desde a assinatura do Termo, já se passaram quase seis meses, e a obra está parada e sem previsão de quando será iniciada, além de que o prefeito tem criado dificuldades de encontros e diálogos com os residentes.

“Quando o prefeito era radialista e fazia oposição, sempre nos convidava para o programa de rádio que criticava o governo. Sinto falta daqueles tempos onde existia espaço e facilidade de se expressar nossos problemas nas ondas do programa oposicionista”, disse um dos estudantes, no encontro ocorrido no dia 16/09.

A luta continua, os estudantes, que residem em Salvador, estão procurando resolver o impasse com o gestor público. No dia 19/09, os estudantes compareceram à Câmara Municipal.

Na sessão os estudantes levaram o problema diretamente aos vereadores do município, pedindo o apoio dos parlamentares, ao tempo que solicitaram solidariedade da comunidade ipiraense, nesta luta que deve ser de interesse de todos, em especial, estudantes, professores, pais de residentes, ex-residentes, etc.
Por www.ipiranegocios.com.br