Ipirá: Situação com o abastecimento rural de água preocupa vereadores

A chuva que cai nos últimos dias, em solo ipiraense, ainda é insuficiente para atender a demanda por água, de algumas comunidades rurais do município. Ontem, através de decreto do governo, o nome de Ipirá apareceu entre as mais de 170 cidades em situação de emergência por estiagem. O decreto estadual é válido por 180 dias.

Atentos a estas dificuldades com o abastecimento, vereadores de Ipirá clamaram na sessão da última terça, 12, por um cuidado especial com a questão da água. Líder da oposição, o vereador Deteval Brandão iniciou seu pronunciamento pedindo atenção especial para o assunto do fornecimento da água em algumas localidades do território ipiraense. Deteval relatou que procurou o também vereador Laelson Neves, que é líder do governo, para tratar da situação.

Laelson informou que pediria ao prefeito Marcelo Brandão “providência urgente” com a empresa MP Pinheiros, sob pena de anular a licitação. De acordo com o vereador, a empresa não conhece a extensão do município e o povo está realmente passando sede.

O vereador acredita, de forma positiva, entretanto, que haverá uma solução sobre esse assunto da distribuição de água. “Se não tiver essa atenção especial agora com o abastecimento de água, na próxima sessão tomarei medidas indesejadas, seja quem quer que seja, empresa MP Pinheiros ou responsável pelo abastecimento de água em Ipirá”, declarou o vereador.

Fonte: Mídia Ipirá