Caminhoneiros pretendem bloquear totalmente a BA 052 nesta quinta-feira em Ipirá

Pelo 3º dia seguido, nesta quarta-feira (23), caminhoneiros continuam protestando em rodovias federais e estaduais, além de vias importantes em 23 estados do país mais o Distrito Federal. Alguns atos ocorrem diante de refinarias, impedindo a saída de caminhões-tanque.

Os caminhoneiros protestam contra a disparada do preço do diesel que faz parte da política de preços da Petrobras, em vigor desde julho.

O trecho da BA-052 que liga Ipirá a Feira de Santana ficou sem trafego para caminhões desde o início da manhã desta terça-feira (22). A paralisação durou o dia inteiro e no final da tarde a rodovia foi liberada.

Caminhoneiros interromperam o trânsito em diversas rodovias da Bahia nesta quarta. O movimento ganhou força também em Ipirá. O Grupo Irmãos Caminhoneiros Ipiraenses – GICI voltou a bloquear a passagens de caminhões na BA 052 trechos que liga Ipirá a Feira de Santana e o grupo pretende fechar totalmente a rodovia nesta quinta-feira, liberando apenas a passagem de ambulâncias e casos especiais. Empresários, comerciantes e a população de Ipirá em solidariedade ao movimento está colaborando com água e alimentação para os caminhoneiros.

O movimento é pacífico e a Policia Rodoviária Estadual PRE está acompanhando de perto o movimento grevista dos caminhoneiros que se mantem em praticamente todas as rodovias que cortam o Estado da Bahia.

Há interrupções no tráfego registradas na BR-324, BR-111, BR-101, BR-407, BR-242, BR-020, BR-330, BA-526 e BA-535. Entre as cidades afetadas estão Simões Filho, Santo Estevão, Itatim, Vitória da Conquista, Milagres, Jequié, Poções, Nova Viçosa, Teixeira de Freitas, Senhor do Bonfim, Jaguarari, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Itaberaba, Alagoinhas, Muritiba, Cruz das Almas, Ipiaú, Conceição do Almeida, Feira de Santana, Capim Grosso, Gandu, Itabuna, Teolândia, Tancredo Neves, Seabra e Riachão do Jacuípe.

Por Caboronga Noticias com informações do G1/BA