Polícia localiza duas caminhonetes usadas em ataque a bancos em Ipirá



Duas caminhonetes tipo Hillux foram localizadas, nesta sexta-feira, 4, durante as buscas policiais para localizar o bando que na madrugada atacou agências do Bradesco e do Banco do Brasil, em Ipirá (a 200 km de Salvador). Os dois veículos, um localizado em Itaberaba e outro em Feira de Santana, foram encaminhados para perícia na Polícia Técnica.

Com esta ação criminosa, subiu para 27 o número de agências bancárias atacadas por grupos criminosos este ano no estado. O dado é do Sindicato dos Bancários que faz o acompanhamento das ocorrências desta natureza na Bahia.

De acordo com informações obtidas por moradores que ficaram reféns dos assaltantes, a estimativa da polícia é que mais de 20 homens armados participaram da ação.

Tática

Tudo começou depois de 1h da madrugada. Os criminosos chegaram em, pelo menos, quatro veículos e se espalharam em pontos estratégicos. Enquanto alguns deles ficaram na entrada da cidade, outro grupo ateou fogo em um carro em frente ao Batalhão da Polícia Militar.

Uma terceira turma fez barreira em frente da delegacia de Polícia Civil e os demais foram para a praça Roberto Cintra, no centro de Ipirá, onde se localizam as duas agências, cujos prédios ficaram destruídos com as explosões.

Moradores disseram que a ação durou cerca de 50 minutos, um período que ouviram as explosões e muitas sequências de tiros.

Para impedir a aproximação de viaturas policiais, o bando atravessou um ônibus na rua de acesso à praça e mantiveram como reféns vários homens que estavam na Casa de Passagem, de onde sairiam para tratamento de hemodiálise em Salvador.

As mulheres e idosos que estavam no local foram liberados. Depois do assalto, os homens e o ônibus foram deixados a cerca de 6 km da cidade, nas proximidades do povoado Pau Ferro, na rodovia BA-052.

O delegado da cidade, Caryl Oliveira, passou o dia em diligências na região coordenando as buscas para localizar os criminosos com equipes da Polícia Civil, diversas guarnições da Polícia Militar e o helicóptero do Grupamento Aéreo da PM. Um equipe do DPT de Itaberaba esteve na cidade para realizar perícia nas agências atacadas.

Fonte: A Tarde On Line / Por Miriam Hermes

Participe de nosso grupo de WhatsApp clicando aqui.

BAIXE NOSSO APLICATIVO