Alexandre de Moraes nega recurso e Lula seguirá preso

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, negou nesta sexta-feira (29) o novo pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na mesma decisão, Moraes arquivou o pedido dos advogados para que o caso fosse analisado pela Segunda Turma do tribunal, não pelo plenário da Corte.

A defesa de Lula pedia liberdade e questionava uma decisão do ministro relator da Lava Jato, Luiz Edson Fachin, que decidiu encaminhar outro pedido para julgamento em plenário.

Para os advogados, Fachin feriu o princípio do juiz natural, que garante ao acusado ser julgado pelo juízo competente.

Ao considerar improcedente a reclamação de Lula, por consequência, Alexandre de Moraes negou um de seus principais pedidos: para que Lula fosse solto e aguardasse recursos aos tribunais superiores em liberdade.

Na decisão de sete páginas, o ministro Alexandre de Moraes considerou “duvidoso” o cabimento da reclamação.

Fonte: G1

BAIXE NOSSO APLICATIVO