Após solicitar à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a suspensão imediata dos voos saindo e chegando de todos os aeroportos da Bahia para os estados de São Paulo e Rio de Janeiro, o governador Rui Costa afirmou nesta quinta-feira (19) ao Jornal da Manhã, da TV Bahia, que o governo tinha a intenção de medir a temperatura de passageiros no aeroporto para detectar possíveis casos do novo coronavírus. No entanto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não permitiu.

Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias

De acordo com o gestor, o impedimento da agência reguladora é “um escândalo” e o governo vai acionar a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para buscar uma liminar que permita as medições.

“Vou sair daqui e tentar falar com o presidente da Anvisa. Por mais absurdo que pareça, a Anvisa não está fazendo nenhum monitoramento das pessoas que chegam no aeroporto. Treinamos equipe, compramos equipamento para medir a temperatura e a coordenadora da Anvisa regional não permitiu que os profissionais fossem acompanhar os voos que chegavam de Rio e São Paulo para medir a temperatura. É um escândalo isso. Eles não fazem e não querem permitir que o estado faça. Inclusive pedi ao Procurador Geral do Estado para entrar com uma ação e um juiz federal conceder uma liminar para que possamos medir. Eles não fazem a obrigação e querem impedir o estado”, declarou.

Rui argumentou que países como China e Coreia do Sul adotam a medida para colaborar com a prevenção do contágio da nova doença.

“Vários países fizeram isso e estamos medindo a temperatura em vários acessos da Bahia. É uma forma de identificar quem já está com febre para evitar a contaminação de outros. Tenho confiança que um juiz federal irá corrigir esse absurdo”, completou.

De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia, são 27 casos confirmados no estado.

Fonte: Bahia Notícias