Foto: Divulgação

A primeira vítima do coronavírus na Bahia fez uso de cloroquina durante cinco dias antes da morte oficializada neste domingo (29). A informação foi divulgada ao Bahia Notícias pelo Hospital da Bahia, local onde o homem de 74 anos ficou internado durante 12 dias.

O medicamento, utilizado comumente contra doenças autoimunes, como lúpus e artrite, vem sendo testado para combater o vírus. Contudo, os estudos ainda são inconclusivos. 

Segundo a unidade hospitalar, ele deu entrada no local no dia 17 deste mês com insuficiência respiratória severa, sendo imediatamente intubado.

Ele havia sido atendido quatro dias antes em outro hospital, com quadro clínico leve. Foi colhido exame para Covid 19, e foi encaminhado para domicílio. Após o período, apresentou quadro respiratório grave e procurou a emergência do Hospital da Bahia.

Ele passou os 12 dias de internação em Unidade de Terapia Intensiva, intubado. O diagnóstico positivo para novo coronavírus saiu quando a vítima já estava na unidade. Ele apresentou instabilidade hemodinâmica durante todo período de internação, tendo necessidade de diálise, por falência renal.

Fonte: Bahia Notícias