Ações policiais, no primeiro semestre de 2020, resultaram no crescimento de 913% das apreensões de cocaína, na Bahia. Foram 3,1 toneladas do entorpecente localizadas este ano, contra 306 kg, no mesmo período de 2019.

De acordo com a SSP, o maior montante da droga foi encontrado durante operação conjunta da Cipe Cacaueira com a Polícia Federal, no dia 19 de junho. Pouco mais de 2 toneladas de cocaína, escondidas em uma carga de soja, seriam enviadas para Holanda, segundo levantamentos preliminares.

Foto: Divulgação SSP

“Desde 2011 implantamos a filosofia da união de forças e isso se materializa ano a ano. Importante as parcerias com a PF, PRF, entre outras instituições, no combate ao tráfico de drogas”, destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Outras drogas

No primeiro semestre de 2020, os índices de maconha (prensada e in natura) também apresentaram crescimentos. Foram 4,6 toneladas da droga pronta, este ano, contra 4,4 toneladas em 2019, além de 530 mil pés destruídos, em 2020, contra 25 mil, no ano anterior.

Já a quantidade de crack, nos seis primeiros meses do ano, teve redução. Em 2020 a polícia encontrou 63 kg, enquanto no ano passado foram apreendidos 73 kg.