Duas agroindústrias da agricultura familiar, do Território de Identidade Bacia do Jacuípe, foram certificadas pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), nesta terça-feira (17). O primeiro a receber a certificação foi a Casa do Mel, na comunidade de Pau Branco, município de Nova Fátima, e o segundo um laticínio localizado no município de Baixa Grande.

A ação está sendo realizada no âmbito da Parceria Mais Forte, Juntos para Alimentar a Bahia, uma estratégia da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), executada em parceria com consórcios públicos, prefeituras municipais e organizações sociais representativas da agricultura, entre outras. Uma dessas iniciativas é a do SIM, coordenada pela equipe técnica do Consórcio Jacuípe, com o apoio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), via convênio.   

Em Nova Fátima, a certificação foi entregue à Unidade de Beneficiamento do Mel da Associação de Apicultores da comunidade de Pau Branco, implantada pelo Governo do Estado, por meio da CAR/SDR. Na Casa do Mel, como é chamada, vem sendo beneficiado o mel dos apicultores da região, que agora poderão expandir sua produção e comercializar seus produtos de forma segura e legal, para todo o município.  

Em Baixa Grande, a entrega do certificado ocorreu em um laticínio privado. A agroindústria conta com 10 itens registrados, dentre eles, derivados do leite, como queijos, manteiga e doce de leite. A certificação garante a legalidade na comercialização e maior qualidade dos produtos distribuídos.  

“Para além da inspeção, o objetivo do Estado é expandir a comercialização da agricultura familiar e colocar os produtos para a comercialização em outras localidades da Bahia”, afirmou Gilmar Bonfim, coordenador de Projetos Especiais da CAR.  

O presidente da Associação de Apicultores da comunidade de Pau Branco, Galdêncio, falou da importância de ter o selo, que possibilitará, aos apicultores e às apicultoras, a comercialização dos produtos com preço mais justo: “A apicultura só nos traz vantagem. Até hoje, quem começou não quer parar. Aqui as mulheres também estão dentro da apicultura”, afirmou. 

O Presidente do Consórcio e prefeito de Capim Grosso, Sivaldo Rios, falou do significado da unificação dessas forças para apoiar os agricultores, promovendo sustentabilidade no campo: “Cada dia que a gente chega a uma comunidade, a gente aprende mais”.  

Gledson Moreira, da coordenação de Agroindústria da CAR, falou sobre o apoio na implantação do SIM, por meio dos convênios firmados com os consórcios: “A ação tem proporcionado a criação do SIM em vários municípios do estado e, dessa maneira, vários empreendedores estão tendo a oportunidade de terem seus produtos inspecionados e certificados para serem comercializados com segurança e qualidade”. 

O SIM 

O Serviço de Inspeção Municipal (SIM) tem como atribuição a fiscalização dos estabelecimentos que produzem e comercializam seus produtos em nível local. O SIM atua no processo de regularização dos pequenos estabelecimentos agroindustriais, com a adoção de medidas necessárias que garantam inspeções e fiscalizações dos produtos de origem vegetal e animal. 

Os eventos contaram com a presença dos representantes dos empreendimentos certificados, das prefeituras de Baixa Grande e Nova Fátima, do Consórcio Jacuípe, das secretarias de Agricultura, além do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e vereadores e da Associação de Nova Fátima, entre outros.  

Com informações da Ascom Consórcio Jacuípe