Uma escrivã da Polícia Civil foi vítima de importunação sexual na noite de domingo (26), quando estava em um ônibus, em Feira de Santana, com destino a Salvador

A vítima estava dormindo no veículo quando acordou assustada, com uma mão apalpando as nádegas dela por dentro de sua roupa. A mulher logo se levantou para ficar próxima ao motorista e ligar para a polícia. 

Chegando à rodoviária de Salvador, já haviam agentes a posto. Apesar de escondido no banheiro, o suspeito foi encontrado e conduzido para a Central de Flagrantes.

“É importante não calar, o que gera violência é a impunidade do agressor se transformando numa situação cultural, então nenhuma mulher pode tolerar nenhum tipo de abuso, importunação, assédio, atos que gere sofrimento a nenhuma de nós”, declarou a escrivã em entrevista.

Por Bnews