O Hospital Estadual da Criança (HEC) completa, nesta quarta-feira, 26, dez anos desde a sua fundação, com um total de 280 mil crianças e gestantes atendidas somente na emergência. Ao longo deste período, a unidade, inaugurada pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) e gerida há cinco anos pela Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil (LABCMI), também já realizou mais de 5 mil partos, 65 mil internamentos e mais de 27 mil procedimentos cirúrgicos.

Somente em 2019, o hospital realizou mais de 70 mil atendimentos totais. “A Liga Álvaro Bahia pôde compartilhar sua expertise frente ao Martagão Gesteira com a gestão à frente do HEC, nesses cinco anos. Desde o início, o objetivo tem sido buscar a modernidade, eficiência e economia do gerenciamento de recursos”, ressalta o diretor-presidente da Liga, Carlos Emanuel Melo.

Atualmente, o HEC, possui 240 leitos de internação e 31 de emergência e está apto para atendimento de média e alta complexidade, através do Acolhimento Com Classificação de Risco (ACCR); serviço de diagnose e terapia; internação; atividades de ensino e pesquisa; e ambulatório de especialidades médicas pediátricas, dentre elas Urologia, Pneumologia, Cardiologia, Ortopediatria e Traumatologia, Neurologia, Nefrologia, Infectologia, Cirurgia Pediátrica e Oncologia.

“Há uma década, o HEC tem sido um importante equipamento público de saúde na Bahia. São 10 anos de trabalho, seriedade e comprometimento que, hoje, comemoramos juntos, através de uma gestão de sucesso firmada entre o Governo do Estado, por meio da SESAB, e a Liga Álvaro Bahia, cuja missão é cuidar com atenção e qualidade da saúde de crianças, adolescentes e mães baianas”, acrescenta superintendente do HEC, Márcio Lima.

A unidade hospitalar também conta com fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, farmacêuticos, assistentes sociais, enfermeiros e técnicos de enfermagem.