Uma operação policial bem-sucedida em Salvador resultou na prisão de seis homens, sendo que quatro deles tinham extensos registros criminais, após um incidente tenso no bairro de Dom Avelar, nesta segunda-feira (25). As autoridades conseguiram capturar os suspeitos e resgatar com segurança quatro pessoas que haviam sido mantidas como reféns, incluindo uma mãe e seus três filhos. A operação envolveu equipes da Rondesp Central e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Os quatro homens com antecedentes criminais respondem a inquéritos por diversos crimes, incluindo formação de quadrilha, roubo, tráfico de drogas e receptação de veículos. Um dos envolvidos estava usando uma tornozeleira eletrônica, indicando que estava em liberdade condicional após ser preso por roubo em novembro de 2022.


O incidente teve início quando os suspeitos fugiram de uma abordagem policial, disparando tiros contra os militares. Em sua tentativa de escapar, eles entraram em uma residência onde quatro pessoas se tornaram reféns involuntárias. O major Carlos Eduardo Castro, comandante da Rondesp Central, destacou que a situação exigiu cerca de oito horas de negociações delicadas para garantir a libertação segura das vítimas.

Durante a operação, as autoridades apreenderam um considerável arsenal de armas e drogas. Foram confiscadas três pistolas, nove carregadores, 161 munições, 41 porções de substâncias ilícitas, seis celulares, relógios e dinheiro em espécie.

Os presos foram conduzidos à Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), enquanto o menor envolvido foi apresentado na Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI). As vítimas, especialmente as crianças envolvidas, receberão apoio psicológico especializado para ajudar na superação do trauma.

A delegada Simone Moutinho, titular da Dercca, enfatizou que o caso envolve vítimas menores de idade e que elas terão todo o apoio das autoridades especializadas. Em relação aos presos, eles serão ouvidos e, posteriormente, passarão por uma audiência de custódia para determinar os próximos passos legais.

Siga-nos no Instagram e acompanhe as notícias no Google News – Participe do nosso grupo no WhatsApp