Um exame de DNA confirmou que o tio de 33 anos estuprou e engravidou a sobrinha de 10 anos no Espírito Santo. A criança teve gestação interrompida com autorização da Justiça. 

O resultado revelou que o DNA do acusado e do feto são compatíveis. De acordo com a Rede Gazeta, a análise ficou pronta na última terça-feira (25) e foi enviada ao Ministério Público.

Foto: Reprodução / Ari Melo / TV Gazeta

O homem está preso desde 18 de agosto e irá responder pelo crime. Se condenado, a pena pode chegar a 15 anos de prisão.

O caso ocorreu no interior do Espírito Santo, mas a família da garota precisou viajar até Recife, em Pernambuco, para interromper a gestação.

Com a repercussão do caso e o vazamento de dados da criança, a família da menina aceitou participar do Programa de Apoio e Proteção às Testemunhas, Vítimas e Familiares de Vítimas da Violência (Provita), oferecido pelo Governo do Espírito Santo, e que prevê apoio como mudança de identidade e de endereço.

Fonte: Bahia Notícias