Esta semana, a Caixa Econômica Federal realiza novos pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1.200 para mães solo), concluindo o calendário da 5ª parcela aos inscritos no Bolsa Família e avançando com o 2º ciclo do cronograma para os demais beneficiários.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Nesta segunda-feira (31), por exemplo, recebem os cadastrados no Bolsa Família que possuem NIS (Número de Identificação Social) terminado em 0. Com isso, a Caixa conclui o calendário divulgado até o momento para o grupo, que pode ser ampliado com uma possível prorrogação do auxílio emergencial (leia mais abaixo).

Os pagamentos serão retomados na quarta-feira (2), quando serão depositadas diferentes parcelas aos beneficiários nascidos em fevereiro.

Já na sexta-feira (4) serão pagas cotas das cinco parcelas do auxílio àqueles que se cadastraram pelo site ou app da Caixa e nasceram em março.

Nos dois últimos casos, quem recebeu a primeira parcela em abril receberá a quinta parcela, quem recebeu a primeira em maio receberá a quarta, quem recebeu a primeira em junho receberá a terceira e quem recebeu a primeira em julho receberá a segunda parcela. Quem foi aprovado e ainda não recebeu, também receberá.

Neste ciclo, também foram incluídos os trabalhadores que fizeram o cadastro nas agências dos Correios entre 2 de junho e 8 de julho e aqueles que fizeram a contestação pelo site da Caixa ou pelo aplicativo aplicativo do auxílio emergencial de 3 de julho a 16 de agosto e foram considerados elegíveis. Outro grupo é o de beneficiários que tenham recebido a primeira parcela em meses anteriores, mas tenham tido o pagamento reavaliado em agosto.

Ainda segundo a Caixa, aqueles que tiveram os pagamentos retidos vão receber todas as parcelas a que têm direito de uma só vez, dentro do Ciclo 2.

Vale lembrar que o calendário de pagamentos do auxílio emergencial a quem se inscreveu pelo site ou app é organizado em ciclos de crédito em conta poupança social digital e saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento. COnfira abaixo.

Calendário: 2º ciclo do auxílio emergencial

Mês de nascimentoDia do créditoData para saque em espécie
janeiro28 de agosto19 de setembro
fevereiro02 de setembro22 de setembro
março04 de setembro29 de setembro
abril09 de setembro01 de outubro
maio11 de setembro03 de outubro
junho16 de setembro06 de outubro
julho18 de setembro08 de outubro
agosto23 de setembro13 de outubro
setembro25 de setembro15 de outubro
outubro28 de setembro20 de outubro
novembro28 de setembro22 de outubro
dezembro30 de setembro27 de outubro

Prorrogação do auxílio de R$ 600

Está previsto para esta terça-feira (01) um pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciando a prorrogação do auxílio emergencial.

A informação foi divulgada pelo deputado Arthur Lira (PP-AL), líder do bloco parlamentar do centrão. “Na terça-feira vamos ao Palácio da Alvorada anunciar, junto com o presidente Jair Bolsonaro, a prorrogação do auxílio emergencial, benefício tão importante para milhões de brasileiros que precisam dessa ajuda para enfrentar esse período da pandemia”, disse ele no Twitter.

Anteriormente, o Governo Federal já havia anunciado que, caso prorrogasse o auxílio, seria com valor inferior aos R$ 600 pagos atualmente. “Os R$ 600 pesam muito para a União. Isso não é dinheiro do povo, porque não tá guardado, isso é endividamento. E se o país se endivida demais, você acaba perdendo sua credibilidade para o futuro. Então, os R$ 600 é muito. Alguém da Economia falou em R$ 200, eu acho que é pouco. Mas dá para chegar num meio-termo e nós buscarmos que ele venha a ser prorrogado por mais alguns meses, talvez até o final do ano, de modo que nós consigamos sair dessa situação fazendo com que os empregos formais e informais voltem à normalidade e nós possamos então continuar naquele ritmo ascendente que terminamos [2019] e começamos o início desse ano”, afirmou o presidente.

O valor que continuará sendo pago como auxílio emergencial deve ser divulgado nesta terça-feira.

Fonte: noticiasdemogi.com.br