O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o Brasil está “vivendo o finalzinho de pandemia” nesta quinta-feira (10), às vésperas de o país somar 180 mil mortos por Covid-19, com tendência de alta nos números nas últimas semanas. 

“Me permite falar um pouco do governo, que ainda estamos vivendo o finalzinho de pandemia. O nosso governo, levando-se em conta outros países do mundo, foi aquele que melhor se saiu, ou um dos que melhores se saíram na pandemia”, defendeu. 

A declaração do chefe do Executivo ocorreu em discurso na inauguração do eixo principal da nova Ponte do Guaíba, na BR-290, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Vinte e duas das 27 unidades federativas sofrem com altas nas mortes e casos de infecção coronavírus nas últimas semanas. 

Conforme o último boletim epidemiológico, divulgado pelo Ministério da Saúde nessa quarta-feira (9), houve 836 óbitos registrados entre terça e quarta e 53.453 casos confirmados de Covid-19. 

Há 6.728.452 infecções por coronavírus e 178.995 óbitos desde o início da pandemia no Brasil, em fevereiro. 

“Devemos levar tranquilidade à população e não o caos. O que aconteceu no início da pandemia não leva à nada. Lamentamos as mortes profundamente e assim sendo, vamos vencendo obstáculos”, concluiu o presidente Bolsonaro no discurso. 

Fonte: O Tempo