Em um depoimento dado a polícia civil nesta quarta-feira (16), Sandra Mara Fernandes, de 33 anos, a comerciante que foi flagrada pelo marido com um homem em situação de rua, declarou que no momento que encontrou o sem-teto teria avistado a “imagem de Deus”.

Em alguns registros feitos por sua então sogra, Sandra aparece entregando uma bíblia ao mesmo homem, que em seguida se ajoelha aos seus pés. 

“Às vezes eu enxergava ele como Deus e as vezes eu enxergava ele como meu marido”, diz a mulher na gravação.

A esposa do personal participava, ao lado da sogra, de uma ação de caridade promovida pela igreja evangélica que elas frequentam. 

A Polícia Civil investiga o caso sob sigilo, por se tratar de um tema sensível pois ainda não se sabe se de fato aconteceu uma traição ou mesmo um estupro. Por conta disso, o casal também deletou seus perfis nas redes sociais, o que aumentou ainda mais o mistério.

Fonte: BNews