Ninguém nega uma boa prosa e um café quentinho. Quando a história é bem inusitada, fica melhor ainda. Pensando nisso a CNA, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil em parceria com o Senar, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural lançou, em setembro do ano passado, o Concurso Prosa de Porteira.

A ideia é valorizar a contação de causo e os aprendizados dessa cultura oral e tão brasileira que está presente em quase toda roda de conversa. O concurso serve também para unir pessoas de grandes cidades e do interior. Afinal, não existe lugar certo pra uma boa história.

Após seis meses de etapas classificatórias e eliminatórias como o envio dos vídeos, cadastro, análise de comissão organizadora e votação popular, o Prosa de Porteira está na fase final com 08 finalistas e o vencedor ganhará uma moto 0km.

Entre os finalistas está o professor Itamar Santiago, ipiraense, entusiasta e incentivador da cultura popular nordestina. Com o causo “Nem Um Nem Outro“, professor Itamar representa não somente Ipirá, mas também o estado da Bahia, tendo em vista que os finalistas foram selecionados para representar seus respectivos estados.

No vídeo, Itamar conta uma história inusitada de dois compadres que saíram para caçar e encontram uma mala cheia de dinheiro, mas no final os dois acabam se matando por não querer dividir o dinheiro um com o outro.

A votação popular para escolher a melhor história foi aberta ontem (21), e segue até o dia 8 de abril. Para votar basta acessar o site https://www.prosadeporteira.com.br/concurso. Você pode votar quantas vezes quiser, por isso a importância de mobilizar os amigos e familiares para trazer a título para Ipirá e também para o estado da Bahia.

No momento, a história contada pelo professor Itamar está em 2º lugar na preferência do público, com 5.429 votos, contra 8.673 do primeiro.