O Santander Brasil deu início à 19ª edição do Amigo de Valor, considerada a segunda maior campanha de destinação de Imposto de Renda no Brasil. A expectativa é arrecadar R$ 25 milhões até o dia 26 de novembro, estimulando a sociedade a conhecer e auxiliar 100 projetos sociais, escolhidos em 21 estados do País, um crescimento de 70% no número de iniciativas, que eram 59 no ano passado. Os projetos de 2021-2022 devem beneficiar mais de 12 mil pessoas diretamente.

A Bahia aparece como terceiro estado com o maior número de instituições selecionadas. Foram nove, beneficiando 1.495 crianças e adolescentes baianos. O Nordeste é a região mais contemplada, com 60 ações.

Todas as iniciativas atuam em linha com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e são voltadas para menores em situação de risco social. São abordadas questões como acolhimento, educação profissionalizante, inclusão da criança e do adolescente deficiente, protagonismo de meninas, medidas socioeducativas e práticas socioassistenciais, maus-tratos, álcool e drogas, trabalho infantil e violência sexual.

“O Amigo de Valor é um projeto que nos orgulha muito. São quase duas décadas de dedicação e empenho de equipes inteiras, que se engajam para escolher com muito carinho e critério diversas causas sociais. Fico extremamente feliz de ver que essa mobilização, ano a ano, já foi capaz de auxiliar milhares de crianças e adolescentes, deixando um impacto positivo para a sociedade e, especificamente, em cada história de vida. Juntos, tenho certeza de que vamos auxiliar outros milhares”, celebra Patricia Audi, vice-presidente de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander.

Além de direcionar as doações para os projetos sociais escolhidos pelas áreas de Recursos Humanos e Sustentabilidade do Banco, o Amigo de Valor monitora e apoia, por meio de capacitação e gestão, as entidades selecionadas. Desde seu lançamento, o programa direcionou mais de R$ 160 milhões a 600 ações, entidades e instituições, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida de mais de 54 mil crianças e adolescentes. Somente em 2020, arrecadou R$ 15 milhões e auxiliou mais de 8.000 jovens no Brasil inteiro, além de ter impactado indiretamente mais de 30 mil pessoas.

O Amigo de Valor incentiva que pessoas físicas e empresas direcionem recursos do Imposto de Renda devido aos Fundos Municipais dos Direitos das Crianças e Adolescentes. Quem declara a renda pelo formulário completo pode destinar até 6% do imposto devido – neste caso os recursos são dedutíveis, ou seja, até esse limite não há custo para o doador, que tem o valor restituído –, e quem opta pela declaração simplificada pode doar a partir de R$ 25. O direcionamento é de até 1% (também dedutíveis) para empresas tributadas pelo lucro real.

O montante pode ser direcionado para quantos projetos o doador escolher abraçar, e os valores são debitados diretamente de sua conta corrente. O processo é realizado por meio de uma plataforma criada pelo Santander para simplificar a doação e apresentar todos os projetos apoiados pelo programa, de forma detalhada. No site é possível conferir a descrição das ações, ver imagens, saber a quantidade de crianças atendidas e a meta de arrecadação, entre outras informações. Neste ano, também estão disponíveis as doações pelo celular para pessoas físicas. Para clientes Pessoa Jurídica, as doações podem ser realizadas pelo Internet Banking do Santander.

Para conhecer e apoiar as iniciativas do Amigo de Valor 2021, acesse a plataforma: www.santander.com.br/amigodevalor

Semana Santander

O engajamento ao Amigo de Valor 2021 começou dentro de casa. A primeira onda de participação nas doações está sendo realizada internamente, pelos funcionários do Banco e de suas coligadas, durante a Semana Santander – uma campanha de arrecadação anual restrita aos 44 mil colaboradores do Banco, que se iniciou em 20 de setembro e prossegue até 1º de outubro.

Cidades e Projetos que serão beneficiados na Bahia:

Castro Alves 

Projeto Cidadão pro Mundo

Beneficiados diretos: 270

Atuação: Além de conduzir variadas oficinas educativas e esportivas – com futebol, futevôlei, jiu-jitsu, boxe, basquete, futsal, ecoempreendedorismo e integração –, uma equipe capacitada atenderá crianças e adolescentes para identificar casos de violências e violações de seus direitos. Se necessário, serão encaminhados a outros órgãos do sistema de garantia de direitos. Os beneficiários serão de localidades pobres, muitos deles filhos de mães que assumem sozinhas as responsabilidades da casa. 

Ipirá 

Projeto Metamorfose 

Beneficiados diretos: 300

Atuação: Neste projeto, crianças e adolescentes de 6 a 17 anos que vivem em bairros pobres com altos índices de violência e vulnerabilidade participam de atividades artísticas, culturais e oficinas. Lá, eles recebem acompanhamento psicossocial e psicopedagógico para ajudá-los a superar as violências sexuais e domésticas sofridas e as dificuldades de aprendizado. As famílias também são atendidas. Essas atividades já têm contribuído para melhorar o desempenho escolar e a convivência familiar e comunitária. 

Prado 

Projeto Vivendo e Aprendendo a Jogar 

Beneficiados diretos: 230

Atuação: Depois de mapear os locais de maior vulnerabilidade social, este município vai enfrentar as violações sofridas por crianças e adolescentes oferecendo a eles atividades de esporte, teatro, dança, folclore e educação emocional. O objetivo é promover o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, desenvolver a autonomia do público infanto-juvenil e afastá-lo de ciclos de violência, exploração sexual e trabalho infantil, tendo a comunidade como parceira.

Presidente Dutra  

Projeto Espaço Saber

Beneficiados diretos: 100

Atuação: Com a atuação de uma equipe multiprofissional, o objetivo é ampliar o atendimento a crianças e adolescentes que apresentam algum tipo de deficiência, física ou mental, ou altas habilidades. A previsão é atender 100 beneficiários para potencializar o desenvolvimento e a autonomia de cada um deles e proporcionar cuidado integral àqueles que estão mais expostos à violência, negligência e abandono. O projeto busca a inclusão não só na escola, mas nos mais diversos espaços.

Presidente Tancredo Neves 

Projeto Formação de Adolescentes Empresários Rurais da Agricultura Familiar

Beneficiados diretos: 85

Atuação: Numa região em que predominam a pobreza e a atividade rural de subsistência, o projeto vai ofertar curso de técnico em agropecuária integrado ao ensino médio para filhos de agricultores entre 14 e 18 anos. Além de combater violações de direitos, a ideia é formar futuros empreendedores rurais, para que eles prosperem, permanecendo no campo. Estão previstas formações em empreendedorismo e desenvolvimento econômico no campo e palestras de comercialização, em parceria com uma cooperativa local.

Souto Soares 

Projeto Infância Protegida 

Beneficiados diretos: 20

Atuação: Com o seu apoio, a cidade vai ganhar um centro socioeducativo para crianças e adolescentes com vínculos familiares fragilizados e em risco de violações. Além de articular a rede de garantia de direitos para o atendimento e proteção dos beneficiários, serão oferecidas oficinas socioeducativas e de capacitação profissional – como curso de comunicação e expressão, saúde e beleza e tecnologias digitais – e atividades que envolvam seus familiares. Com isso, espera-se quebrar o ciclo de vulnerabilidades.

Valença 

Projeto Futuro Garantido Acreditar para Transformar!

Beneficiados diretos: 130

Atuação: No bairro da Bolívia, o mais populoso e violento da cidade, 130 crianças e adolescentes poderão participar de oficinas socioeducativas, palestras, encontros e capacitações no contraturno escolar. Além de afastá-los da exposição à violência, tanto a rede de proteção da cidade quando a comunidade serão envolvidas na implementação do projeto. Com os recursos, será possível contratar a equipe, fornecer alimentação e comprar materiais. 

Valente

Projeto Viva a Diferença

Beneficiados diretos: 250

Atuação: Com o seu apoio, crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, especialmente aquelas com deficiência física e intelectual, terão acesso a atividades esportivas, paradesportivas, lúdicas, culturais, pedagógicas, formativas e de inclusão social. Além de estimular a socialização e a inclusão social, o projeto vai propiciar a qualificação e melhoria das condições de vida dos participantes e seus familiares. Os recursos viabilizarão a contratação da equipe e a compra de materiais. 

Município que já atingiu a meta financeira de arrecadação:

Eunápolis 

Projeto Criança Protegida, Família Feliz! 

Beneficiados diretos: 110

Atuação: Melhorar a nutrição, promover a saúde, o bem-estar e a igualdade de gênero e a aprendizagem são os objetivos deste projeto, que vai atender crianças e adolescentes com elevado grau de vulnerabilidade social. A ação busca prevenir o agravamento de situações de violações de direitos oferecendo atendimento psicossocial e atividades de reforço escolar, música, informática, esportes, nutrição, cultura e profissionalização. As famílias também serão atendidas.