O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, pediu nesta quarta-feira (29) à primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, que mande o presidente Jair Bolsonaro se vacinar contra a Covid-19.

De Blasio compartilhou em uma rede social a notícia que a primeira-dama brasileira se imunizou nos Estados Unidos, quando foi para Nova York na comitiva brasileira para a Assembleia Geral da ONU.

“Mande seu marido se vacinar também para que ele deixe de ser um perigo para outras pessoas”, escreveu o prefeito nova-iorquino.

Para políticos e infectologistas, a opção de Michelle de se vacinar nos EUA, não no Brasil, é um “absurdo” e um “desprezo” ao SUS (Sistema Único de Saúde) e ao PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Outras críticas

De Blasio já havia criticado o presidente brasileiro duas vezes recentemente porque Bolsonaro foi à Assembleia Geral da ONU, cuja sede fica em Nova York, sem ter se vacinado contra a Covid-19.

“Se você não quer se vacinar, nem precisa vir”, afirmou o político americano no dia 20. “Com os protocolos em vigor, precisamos enviar uma mensagem a todos os líderes mundiais, principalmente Bolsonaro, do Brasil, que se você pretende vir aqui, você precisa estar vacinado”.

No dia 23, o prefeito de Nova York comparou o presidente brasileiro ao príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle. “Não seja como Jair Bolsonaro, seja como Harry e Meghan. Vacine-se”.

Harry e Meghan participaram no sábado (25) do “Global Citizen Live”, uma transmissão de 24 horas no Central Park cujo intuito era pressionar os países por igualdade na distribuição de vacinas.

Fonte: G1