Os beijos são importantes. Estudos afirmam que o beijo estimula o cérebro a libertar endorfinas, criando uma sensação de bem-estar e até queima calorias. 

Mas por mais agradável que seja, é recomendado evitar o contato íntimo com desconhecidos ou com pessoas com as quais não se tem confiança uma vez que existem várias doenças que podem ser transmitidas por este ato de afeto. 

Mononucleose infecciosa: infecção viral causada pelo vírus Epstein-Barr que se encontra na saliva e na secreção nasal. A ‘doença do beijo’ pode causar sintomas de febre, dor de garganta e cabeça, amigdalite, aparecimento de gânglios no pescoço e cansaço. 

Gripe e constipação: os vírus destas doenças podem ser transmitidos pelo beijo. 

Herpes labial: a transmissão do vírus da herpes é feita pelo contato direto com pessoas infectadas, principalmente através do beijo.

Papeira: a papeira é causada pelo vírus da papeira, que se dissemina de pessoa para pessoa através da tosse, dos espirros e da saliva.

Candidíase:  é uma infecção causada por um fungo do gênero Candida.

Sífilis: é uma infecção sexualmente transmissível causada pela bactéria Treponema pallidum, mas que também pode ser transmitida pela saliva.

Fonte: Notícias ao Minuto