Além das restrições impostas aos consumidores, as empresas foram rápidas em cortar trabalhadores para obedecer aos requisitos de distanciamento físico impostos pela saúde pública, o que resultou em taxas de desemprego e diminuição de consumo.

Apesar disso, certos setores conseguiram o incrível feito de crescer mesmo em meio um dos momentos mais delicados e sem precedentes da história da humanidade. Confira a lista abaixo e veja quais foram estes segmentos.

1 – Setor de EPIs

Sem surpresa, a pandemia sustentou níveis crescentes de demanda por equipamentos de proteção individual (EPI), incluindo máscaras, protetores e luvas médicas descartáveis, que tiveram um crescimento acentuado em 2020, durante o início da disseminação do vírus.

A obrigatoriedade do uso dos equipamentos de proteção, avisos de saúde e esforços pessoais para conter a disseminação do vírus levaram ao uso intenso de EPIs fora dos mercados de saúde e médicos, onde são usados mais comumente. 

Por exemplo, a pandemia levou ao uso de máscaras em restaurantes, escritórios, fábricas, escolas, bancos, varejistas e outros estabelecimentos que, até então, nunca haviam feito uso desses itens com tanto volume antes.

É provável que a demanda por esses itens caia um pouco quando a vacina estiver sendo usada e o número de casos se estabilize, porém, o mercado provavelmente ainda permanecerá acima dos níveis vistos antes de 2020 por um tempo devido aos efeitos comportamentais e psicológicos.

2 – Setor de E-learning

As tecnologias de aprendizagem remota prontamente disponíveis significaram que muitos programas educacionais puderam ser formatados instantaneamente para o digital.

Isso gerou uma onda de faculdades e instituições mudando para o ensino à distância e muitos professores dando aulas online pela primeira vez. 

E como se não fosse o suficiente, muitos pais também estão fazendo sua primeira incursão na educação em casa graças à comodidade e acessibilidade possíveis.

Por isso, é de se esperar um aumento na demanda de curto prazo, uma vez que as escolas estão fechadas, mas as aulas estão em curso. 

Essa tendência também pode continuar no longo prazo para o aprendizado local e externo, à medida que as tecnologias de e-learning continuarem avançando.

3 – Setor de Entretenimento

O setor de entretenimento doméstico se elevou na tentativa de suprir todas as proibições de viagens e lazeres externos, quarentenas obrigatórias para viajantes que retornam e medidas de distanciamento social. 

Com as instalações esportivas, cinemas e teatros fechados, os sites e apps de streaming e stream online receberam mais audiência do que já tinham.

Influenciadores de mídia social, jogos imersivos e aplicativos de namoro também estão ganhando novos grupos de usuários à medida que as pessoas procuram mais maneiras de interagir com o mundo exterior dentro de sua própria casa. 

Em fevereiro de 2021, o aplicativo de vídeo TikTok foi o mais popular. Ele conseguiu superar o WhatsApp, Instagram e Facebook. Agora, o app está perto de 2 bilhões de downloads, parcialmente devido às consequências da pandemia de coronavírus.

O crescimento de curto prazo provavelmente se deve ao aumento da demanda, a tendência já havia começado antes da pandemia e continuará a crescer no longo prazo.

4 – Setor de Logística

Embora as cadeias de suprimentos tenham sido afetadas pela disseminação do vírus, a logística é um setor que passou por uma crise e um impulso ao mesmo tempo, uma vez que as entregas de alimentos e as compras online vieram em socorro das pessoas que não podiam sair de suas casas. 

É provável que, por meio dessa crise, muitas empresas sejam forçadas a repensar suas cadeias de suprimentos e logística.

No médio prazo, uma das maneiras mais fáceis de construir mais resiliência nas cadeias de abastecimento é reavaliar os volumes de estoque ideais, o que aumenta a demanda logística.

A demanda de longo prazo crescerá à medida que o comércio eletrônico continua a crescer e, especialmente, se o distanciamento social se tornar uma prática generalizada na sociedade.

5 – Setor de Delivery

Uma das indústrias mais atingidas pelas paralisações econômicas, a indústria de restaurantes está usando a internet para compensar as receitas perdidas com as restrições causadas pela pandemia.

Plataformas de entrega de comida online como Ifood e UberEats já existem há algum tempo, mas só agora passam por um crescimento exponencial.

Muitas empresas pediram aos seus funcionários que trabalhassem remotamente, aderindo ao home-office e deixaram de operar fisicamente em instalações próprias. Em alguns casos, interrompendo provisoriamente as atividades em geral. 

No caso de restaurantes, o que deixou muitos consumidores com menos opções de comer fora do que existia antes da pandemia. 

Além disso, a mudança para vender comida online por meio de uma empresa de entrega se tornou um meio de salvação para esses negócios.

Em outras palavras, a Covid-19 mudou a forma como os consumidores se alimentam, impulsionando a rápida expansão na base de usuários dessas plataformas, bem como no número de restaurantes hospedados por elas que deverão sobreviver à pandemia.

6 – Setor de Self Storage

Apesar da interrupção que o coronavírus criou para vários setores, certos tipos de negócios ainda oferecem oportunidades para investidores durante a recessão e provavelmente se recuperarão futuramente.

A indústria de self storage é um dos segmentos mais produtivos do mercado, em parte porque o número de pessoas que usam o armazenamento continua a crescer e os fundamentos exclusivos da operação do negócio o tornam atraente.

Embora o setor não seja imune ao impacto da pandemia, ele está se ajustando. Antes da Covid-19 e da crise econômica, a tendência já era ascendente. O excesso de novas construções no Brasil está cada vez maior, levando a tendências de alta nas taxas de aluguel e ocupações.

Em outras palavras, o espaço para guardar as coisas está cada vez mais escasso e as pessoas perceberam que é fundamental contar com empresas para atender esse tipo de demanda, ainda mais por tempo indeterminado.

Por isso, se você busca um box para self storage em Belo Horizonte ou qualquer outra cidade, tenha em mente que o segmento oferece vantagens pertinentes nesse momento tão delicado.