abono salarial PIS/Pasep começou a ser pago neste mês para trabalhadores que atuaram com carteira assinada no ano passado. Para ter direito ao benefício, o cidadão precisa ter recebido remuneração média de dois salários mínimos por mês, além de ter trabalhado por, no mínimo, 30 dias em 2021.

Também é necessário estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

O pagamento equivale ao número de meses trabalhados no ano-base, na proporção de 1/12 do salário mínimo vigente por cada mês. Com base no novo valor do piso nacional, veja como fica a tabela do benefício:

Número de meses trabalhadosValor do abono
1 mêsR$ 101
2 mesesR$ 202
3 mesesR$ 303
4 mesesR$ 404
5 mesesR$ 505
6 mesesR$ 606
7 mesesR$ 707
8 mesesR$ 808
9 mesesR$ 909
10 mesesR$ 1.010
11 mesesR$ 1.111
12 mesesR$ 1.211,98

Abono salarial em dobro

Os brasileiros também vivem a expectativa de que o abono PIS/Pasep seja pago em dobro em 2022. O motivo é que, em 2021, o governo federal adiou a liberação do benefício referente a 2020 para custear um programa emergencial de manutenção de emprego e renda.

Como sacar o abono salarial?

A Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento do PIS para funcionários da iniciativa privada, enquanto o Banco do Brasil deposita o Pasep para servidores públicos. O dinheiro cai automaticamente para quem tem uma conta no banco responsável.

Já aqueles que não são correntistas da instituição só precisam comparecer a uma agência bancária ou casa lotérica (PIS) e apresentar um documento de identificação com foto, CPF e Carteira de Trabalho. O saque também pode ser feito usando o Cartão Cidadão.

Em caso de dúvidas, basta entrar em contato pelo site da Caixa ou do BB, pelos aplicativos dos bancos, ou pelos telefones 0800 726 0207 (Caixa) e 0900 729 0001 (BB).

Fonte: Edital Concursos Brasil