Começa no dia 20 de abril a liberação do novo saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O governo federal estima que cerca de 42 milhões de trabalhadores poderão sacar até R$ 1 mil de suas contas vinculadas.

Embora muitas pessoas considerem esse valor bem-vindo no momento, algumas não querem movimentar o FGTS agora. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, ninguém será obrigado a sacar. Entenda como vai funcionar.

Saque extraordinário do FGTS

Todos os brasileiros com saldo nas contas do FGTS poderão retirar até R$ 1 mil até o dia 15 de dezembro de 2022. A Caixa Econômica Federal fará o depósito automático do dinheiro em contas abertas no aplicativo Caixa Tem em nome dos cidadãos.

Quem tiver menos dinheiro nas contas ativas (emprego atual) ou inativas (empregos antigos) poderá sacar o valor que está disponível. Contudo, quem dispuser de quantias maiores terá que respeitar o limite estabelecido.

Pelo Caixa Tem, é possível transferir recursos, pagar contas e boletos, fazer compras com o cartão de crédito virtual e até realizar saques em espécie.

E se eu não quiser sacar?

Aqueles que preferirem deixar o FGTS intacto têm duas opções. A primeira é solicitar a devolução do crédito do saque extraordinário por meio do próprio app Caixa Tem ou em uma agência da Caixa, até o dia 10 de novembro.

A outra opção é aguardar o fim da rodada sem movimentar a grana. Após o dia 15 de dezembro, os valores serão devolvidos automaticamente para as contas do fundo de garantia.

Calendário do saque extraordinário

Mês de nascimentoData de depósito no Caixa Tem
Janeiro20 de abril
Fevereiro30 de abril
Março04 de maio
Abril11 de maio
Maio14 de maio
Junho18 de maio
Julho21 de maio
Agosto25 de maio
Setembro28 de maio
Outubro1º de junho
Novembro08 de junho
Dezembro15 de junho

Fonte: Edital Concursos Brasil