Petrobras (PETR3;PETR4) anunciou nesta quinta-feira (4) que vai reduzir o preço do diesel vendido às distribuidoras. Assim, o valor médio do litro passa de R$ 5,61 para R$ 5,41 por litro, uma redução 3,57%, ou R$ 0,20 por litro. O novo preço passa a valer a partir da próxima sexta-feira (5). 

“Essa redução acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel, e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”, explicou a petroleira em nota.

Desde julho de 2021, o preço do diesel vinha em trajetória de alta. O valor havia sido reduzido pela última vez em maio do ano passado, quando o litro vendido às distribuidoras passou de R$ 2,76 para R$ 2,71. 

Segundo a Petrobras, a parcela da companhia no preço ao consumidor passará de R$ 5,05, em média, para R$ 4,87 a cada litro vendido na bomba, uma vez que é preciso considerar a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos.

Os preços dos demais combustíveis não foram alterados pela Petrobras.

Cade adia julgamento sobre venda da Reman

A decisão sobre a venda da Refinaria Isaac Sabbá (Reman) pela Petrobras para a Reman Participações, do Grupo Atem, foi adiada pela conselheira do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), Lenisa Prado, na última quarta-feira (3). A próxima sessão do Conselho deve ocorrer em 15 dias. 

A venda da refinaria faz parte de um acordo firmado entre o Cade e a petroleira em 2019. Para não comprometer a concorrência, a estatal prometeu vender oito das suas 15 refinarias. Até o momento, somente uma refinaria foi repassada, para o fundo Mubadala, na Bahia.

Fonte: BP Money