Dezembro é o mês de depósito da última parcela do ano do Auxílio Gás, benefício criado para ajudar famílias de baixa renda a enfrentarem o aumento nos preços do gás de cozinha. Originalmente, o programa paga 50% do preço médio do botijão de 13 quilos a cada dois meses.

Em agosto, o governo federal aprovou a ampliação do benefício para 100% do valor do botijão. A medida tem validade apenas para este ano e os cálculos são feitos com base no levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Com a mudança, mais de 5,9 milhões de famílias de todo o país receberam o vale-gás de R$ 112 em outubro e terão acesso a um novo pagamento dobrado em dezembro. Ainda não há informações sobre o futuro do programa a partir de janeiro.

Preço do gás

O botijão de 13 quilos de gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, caiu 0,2% entre a semana passada (encerrada em 19 de novembro) e a semana anterior. O preço médio do item para o consumidor final passou de R$ 110,42 para R$ 110,19.

O valor pode ter uma nova redução nos próximos dias, já que a Petrobras anunciou um corte de 5,2% no GLP vendido em suas refinarias. Desde o dia 17 de novembro, as revendedoras podem comprar o produto a R$ 3,5842 o quilo, ou R$ 46,59 por 13 quilos.

Próximo calendário do Auxílio Gás
O depósito do vale-gás é feito nas mesmas datas do Auxílio Brasil, quase sempre nos dez últimos dias úteis do mês. Em dezembro, todos os beneficiários recebem mais cedo para que tenham acesso às parcelas antes do Natal.

Os cidadãos são escalonados de acordo com o dígito final do seu Número de Identificação Social (NIS), confira o calendário de dezembro do benefício:

Fonte: Edital Concursos Brasil