Os candidatos que se inscreveram para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2020 e não compareceram às provas, terão uma nova oportunidade para participar do exame. Mas atenção: isso vale apenas para aqueles que receberam a isenção da taxa de inscrição. 

A iniciativa atende a uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), e foi formalizada em edital complementar publicado no Diário Oficial da União que determina a realização das provas entre os dias 9 e 16 de janeiro de 2022 para esse grupo de candidatos. Diante disso, veja neste artigo como participar da nova edição do Enem em 2021. 

O que é o Enem?

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1998, com o objetivo de avaliar o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Em 2009, o exame aperfeiçoou sua metodologia e passou a ser utilizado como mecanismo de acesso à educação superior através dos seguintes programas:

  • Sistema de Seleção Unificada (Sisu),
  • Programa Universidade para Todos (ProUni),
  • Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programas do Ministério da Educação (MEC).

Segundo o Inep, o cronograma de aplicação do Enem 2021 para os isentos ausentes na edição 2020, também foi planejado para garantir o direito dos participantes de utilizarem o resultado do exame nesses programas. Com isso, também se pretende evitar que os estudantes sejam prejudicados pela ausência que, em muitos casos esteve relacionada à pandemia. 

Como participar?

Aqueles que receberam a isenção em 2020 mas não puderem comparecer na data de realização do exame, devem fazer uma nova inscrição para efetivar sua participação na edição deste ano. Estas inscrições são exclusivas para o Enem impresso 2021 e devem ser realizadas através da Página do Participante, até às 23h59 do dia 26 de setembro. 

Para isso, basta informar o número do CPF e a sua data de nascimento, um endereço de e-mail único e válido, e número de telefone fixo ou celular válido. Também é preciso indicar a unidade da Federação e o município onde deseja realizar o Exame.

Depois, selecione a língua (inglês ou espanhol) em que realizará a prova de Língua Estrangeira. Com isso, terão assegurada novamente a isenção da taxa de inscrição. Neste ano o valor é de R$85.

Antes, a isenção somente seria garantida àqueles que justificassem a ausência no exame. Além disso, se necessário, também é possível solicitar até 27 de setembro, atendimento especializado e tratamento pelo nome social. 

Quem tem direito à isenção?

A isenção da taxa do exame é voltada às pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda. Sendo assim, um dos principais requisitos é preciso comprovar a inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Também tem direito de receber a isenção, as pessoas que cursaram o ensino médio em escola pública, ou tenham recebido bolsistas integrais durante em escolas particulares. 

Enem 2021

Para os demais candidatos do Enem 2021, a aplicação das provas nos dias 21 e 28 de novembro está mantida. Então, se você fez a sua inscrição basta conferir se já foi confirmada, de acordo com o calendário previsto no edital regular.

Para esta edição, 3.109.762 pessoas já tiveram as inscrições confirmadas. Esse número corresponde ao total de participantes das duas versões do exame (impressa e digital). É importante ressaltar que, o candidato que optar por se inscrever  para as provas realizadas em janeiro não poderá participar do exame aplicado em novembro deste ano.

Fonte: jornal Contábil

Tag