Enquanto uma multidão chorava e se despedia de Gugu Liberato, no momento em que ele era sepultado, pelo menos três homens bem vestidos estavam furtando celulares, eles levaram até uma mochila e já estavam com oito aparelhos, foi o que informou a Polícia Militar.

Um cabo do 16º Batalhão contou que os rapazes não aparentavam ser criminosos, mas a PM foi informada por diversos fãs de Gugu que tiveram os celulares furtados. O funeral do apresentador foi no início da tarde desta sexta-feira (29), onde uma legião de fãs cantava e aplaudia como última homenagem no Cemitério Gethsêmani, que fica no Morumbi, em São Paulo.

O enterro seria restrito aos familiares e amigos mais próximos, mas acabou sendo aberto ao público, só que no momento do sepultamento os fãs tiveram que ficar a alguns metros de distância. No final eles puderam se aproximar e alguns aproveitaram para colocar flores no túmulo de Gugu Liberato.

A Polícia Militar não divulgou as identidades dos três jovens que foram detidos e levados para a 34ª DP, no Butantã. Vale ressaltar que eles disseram o tempo todo que não roubaram os celulares, mas o caso será investigado.

O corpo do apresentador foi levado do local do velório até o cemitério em um carro aberto do Corpo de Bombeiros. O filho de Gugu fez questão de ir ao veículo, João Augusto estava visivelmente abatido e chorando o tempo todo.

A mãe de Gugu, aos 90 anos, fez questão de ir ao cemitério onde há 10 anos enterrou o marido nesta mesma data e agora estava sepultando o filho. Ela foi muito aplaudida e acenou para os fãs como forma de agradecimento.

Fonte: 1News

COMPARTILHE