Após escapar de outros dois paredões, o ilusionista Pyong não resistiu a terceira berlinda e foi eliminado, nesta terça-feira (17), do “Big Brother Brasil 20” com 51,70% dos votos. Considerado a cabeça pensante do grupo da maioria, o brother foi indicado pelo líder Felipe Prior no último domingo (15).

Foto: Reprodução / TV Globo

Integrando o paredão triplo, Babu Santana foi o segundo mais votado, com 47,71% dos votos. O ator acabou emparedado diante da falta de sorte na prova do líder da última quinta-feira (12), quando foi o primeiro eliminado da disputa. 

Rafa Kalimann foi a menos rejeitada do público na rodada, ficando com apenas 0,59% dos votos. Segunda colocada na prova do líder, a sister teve o possível destino traçado para o paredão, assim como aconteceu com Babu. 

Com chance de ambos escaparem da berlinda, os dois integraram a “Prova Bate e Volta” juntamente com Flayslane, a mais votada da casa com sete indicações. Para sorte da paraibana, ela conseguiu cumprir mais rápido a prova e se livrou de mais uma decisão dos telespectadores. 

Em um estúdio sem plateias, por contas da medidas contra a disseminação do coronavírus, Pyong conversou com Tiago Leifert. Ao ser questionado pelo apresentador sobre o fato de ter se colocado no paredão, Pyong justificou a sua estratégia. 

“Eu segui o que eu acreditava lá dentro. Sabia que tinha gente que eu gostava lá dentro que tinha risco. Eu preferi ir para o paredão, porque eu estava confiante. Eu tinha minha percepção do jogo de fora, do que eu estaria pensando se eu assistisse e eu fiz a minha jogada”, disse o ilusionista. 

Confira a cena do resultado do paredão:

Fonte: Bahia Notícias