A estilista Tatiana de Souza Fonseca, 39 anos, assassinada na manhã desta quinta-feira (10) pelo ex-namorado, se relacionou com o DJ Frajola por apenas 38 dias e decidiu terminou o namoro depois de descobrir que ele já havia sido preso por violência doméstica. A informação é da Polícia Civil.

Tatiana foi morta na manhã de hoje na Alameda Carrara no bairro da Pituba, em Salvador, depois de ser perseguida e baleada por João Miguel Pereira Martins, 40. Ela ainda chegou a ser socorrida para o Hospital Geral do Estado (HGE). Ainda de acordo com a PC, o feminicida fugiu num veículo, que foi monitorado por equipes da Polícia Militar e da 16ª DT/Pituba, e seguiu para casa, onde tirou a própria vida.

A delegada Milena Calmon já ouviu funcionários do prédio onde ocorreu o fato e familiares da vítima. As imagens do circuito de segurança do prédio também foram solicitadas. 

João Miguel já havia sido preso pela Deam de Brotas, em 2012, depois de sequestrar e torturar uma ex-namorada. Em 2016 ele foi denunciado por outra ex, por estar a perseguindo e ameaçando.

Fonte: BNews