A aposentadoria paga pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é o sonho de milhares de brasileiros que já contribuíram muito com o crescimento do país e dedicaram longas horas de suas vidas ao trabalho duro, sem mencionar aqueles que são acometidos por uma enfermidade que não lhes permite se sustentar por conta própria.

Apesar de a aposentadoria ser o sonho de muita gente, pois é considerado um momento em que a grande maioria das pessoas poderá descansar depois de longas jornadas de trabalho, também é um momento de preocupação. Os aposentados, muitas vezes, têm medo de não conseguir receber o mínimo para conseguir se manter no país.

Além disso, pode acontecer do beneficiário simplesmente não concordar com o valor que lhe foi concedido quando o mesmo finalmente passa a ser liberado. E aí? O segurado pode pedir a revisão do valor para o INSS!

Como solicitar a revisão da aposentadoria do INSS?

Para fazer a solicitação da revisão do valor do INSS é preciso passar por um processo prático e bem simples. Basta ligar na Central de Atendimento no número 135 e escolher a opção de “Revisão de Aposentadoria ou Benefício”.

Depois de realizar a solicitação, será repassada uma data em que o segurado pelo INSS deverá comparecer até uma das agências do Instituto Nacional do Seguro Social portando os documentos necessários para abrir o requerimento, contudo você também pode fazer a solicitação da revisão por meio do portal “Meu INSS”.

Quais são os documentos necessários para fazer a solicitação?

Para que você consiga para a solicitação, deverá estar em posse dos seguintes documentos:

  • RG com CPF. Se não tiver o número do CPF no RG, precisará da carteirinha do CPF ou da Carteira de Habilitação (CNH);
  • Comprovante de residência, mas deve ser atual para evitar fraudes;
  • Laudos técnicos da empresa (LTCAT e PPRA são os principais). Você deve anexá-los aos documentos;
  • Formulários previdenciários: DSS-8030, SB-40, PPP, caso possa haver alguns períodos insalubres não considerados que colaborem para aumentar o tempo de contribuição;
  • Documentos rurais, como Certidão de Nascimento e também de compra e venda de propriedades rurais.

Quais são as atividades especiais que geram aposentadorias mais cedo?

  • Laminador de chumbo;
  • Moldador de chumbo;
  • Aeroviário;
  • Aeroviário de serviço de pista;
  • Auxiliar de enfermeiro;
  • Auxiliar de tinturaria;
  • Extrator de fósforo branco;
  • Extrator de mercúrio;
  • Fabricante de tinta;
  • Fundidor de chumbo;
  • Bombeiro;
  • Cirurgião;
  • Cortador gráfico;
  • Dentista;
  • Engenheiros químicos, metalúrgicos e de minas;
  • Eletricista (com exposição no trabalho acima 250 volts);
  • Auxiliares ou Serviços gerais que trabalham condições insalubres;
  • Enfermeiro;
  • Escafandrista;
  • Estivador;
  • Foguista;
  • Trabalhador em túnel ou galeria alagada.

Essas são apenas algumas das profissões que podem te render um valor maior na sua aposentadoria e que podem fazer com que você se aposente mais cedo do que as outras pessoas.

Quem pode pedir a revisão?

  • Benefício por incapacidade;
  • Quem recebe a aposentadoria rural;
  • BPC (Benefício de prestação continuada)/Loas;
  • Pensão por morte;
  • Salário-maternidade.

Fonte: Edital Concursos Brasil