Se você ainda não o conhece, saiba que o Programa de Simplificação de Microcrédito Digital para Empreendedores (SIM Digital) foi criado pelo Governo Federal como forma de impulsionar a economia do país, dado que elas foi fortemente afetada desde a pandemia da COVID-19.

Esse programa concede um microcrédito que funciona como um pequeno empréstimo e está disponível para todos os cidadãos brasileiros.

Dessa forma, o SIM Digital se enquadra como uma excelente opção para todas as pessoas que precisam de dinheiro, sejam elas pessoas físicas ou microempreendedores individuais (MEIs).

Mas é preciso atenção, pois para que essas pessoas possam receber o referido microcrédito, elas não devem estar tendo acesso a nenhum outro tipo de linha de crédito. Uma coisa super interessante é que mesmo as pessoas que estejam com o famoso “nome sujo” também podem ter acesso a esse empréstimo.

Como o SIM Digital funciona na prática?

Assim como em todo tipo de empréstimo, o SIM Digital também cobra uma taxa de juros que pode variar de acordo com o grupo que faz a solicitação do empréstimo.

Por exemplo: todas as pessoas físicas que solicitam o microcrédito, pegaram o dinheiro com uma taxa de juros de 1,95% por mês. O valor total pode ser parcelado em até 24 vezes. Agora no que diz respeito aos MEIs, foi visto que os juros do empréstimo será de 1,99% ao mês, contudo o parcelamento também será de apenas 24 vezes.

Quanto aos valores que o programa está liberando para crédito, ele irá depender principalmente dos dados cadastrais do solicitante atualmente, mas não somente isso, também dependerá do histórico de crédito da pessoa e sobre como ela pode realizar o pagamento, de acordo com a data de realização da análise.

Sendo assim, é demasiadamente necessário que o solicitante do microcrédito avalie se a quantia em dinheiro liberada para ele realmente será útil e se ele conseguirá realizar os pagamentos nas datas certas, considerando também os juros.

Como fazer a solicitação do microcrédito no SIM Digital?

Para fazer a solicitação do empréstimo, todas as pessoas físicas que estiverem interessadas precisam solicitar o dinheiro por meio do aplicativo Caixa Tem, que está disponível tanto para aparelhos com sistema Android quanto para aparelhos com sistema iOS.

Contudo vale lembrar que para fazer o pedido, antes de mais nada, é preciso atualizar o aplicativo!

Já no caso dos MEIs que precisam pegar um dinheiro extra com o programa, será necessário ir até uma agência bancária da Caixa Econômica Federal.

De toda forma, também é preciso que os microempreendedores individuais já tenham 12 meses de faturamento com seus respectivos CNPJs para que consigam ter acesso ao crédito, então fique atento a esse detalhe antes de sair de casa.

Fonte: Edital Concursos Brasil