Existem vários motivos que levam uma pessoa a fazer um empréstimo. E diferente do que muita gente pensa, nem sempre eles têm qualquer tipo de ligação com a vontade de gastar como se não houvesse o amanhã. Pelo contrário! Muitos estão pensando em investir, pagar as suas dívidas ou cobrir uma emergência.

Já vimos diversos indivíduos que usam o dinheiro recebido para abrir o próprio negócio e começar a empreender.

Os brasileiros tendem a apelar para um empréstimo quando chegam em ponto crítico da situação em que se encontram e a maioria deles está com total intenção de pagar em dia e arcar com as suas obrigações.

No entanto nem todos podem pagar por um empréstimo de juros altos, especialmente quando se veem sem formas reais de conseguir condições que permitam que eles paguem da melhor forma possível.

Por causa disso, algumas maneiras de fazer empréstimo fora do Brasil estão começando a ganhar espaço no país, principalmente quando foi constatado que eles podem ser mais flexíveis, como é o caso do Home Equity.

E alguns bancos, percebendo esse movimento, já se adiantaram e passaram a trabalhar com eles. O C6 Bank é um exemplo. Inclusive, pretende fazer a sua grande estreia no segmento ainda nesse mês.

Claro que devemos ter em mente como isso funciona perfeitamente, já que esse modelo pode ser consideravelmente diferente do que estamos acostumados aqui. Mas é simples! O brasileiro vai solicitar o crédito que quer e usará o seu próprio imóvel como garantia de pagamento.

O que mais tem feito essa modalidade de empréstimo ganhar terreno aqui no Brasil é que por se ter uma garantia de alto valor assinada pela pessoa, os juros acabam sendo bem menores. Os bancos tendem a cobrar custos altos quando percebem que existe uma grande chance de inadimplência por parte das pessoas.

Segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP), o volume desse tipo de empréstimo cresceu em pelo menos 32% no ano de 2022. Se compararmos ao ano de 2020 e formos falar de números, a alta foi de pouco mais de R$ 4 bilhões para R$ 5,4 bilhões com um crescimento de 36%, considerando o crescimento dos contratos assinados.

Com esse modelo, o banco confia, então o sujeito não fica completamente afundado em juros como geralmente tende a acontecer.

O C6 Bank já deixou claro que esse modelo de empréstimo será liberado inicialmente para apenas 200 mil clientes e que ele poderá ser contratado por meio do seu aplicativo. Isso é para que tudo fique ainda mais organizado.

Espera-se que nos próximos meses mais e mais oportunidades para essa nova modalidade de empréstimo fiquem disponíveis. Se você ficou interessando, basta esperar, pois irá valer a pena.

Fonte: Edital Concursos Brasil