Os gestores baianos de Ipirá e Mutuípe, Marcelo Brandão e Rodrigo Andrade, visitaram à sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), na manhã desta terça-feira, 21 de maio. Eles aproveitaram agenda em Brasília para passar pela entidade municipalista. Na ocasião, concederam entrevista na Rádio CNM e receberam a Carteira Nacional de Prefeitos, que facilita a acesso aos poderes Executivo e Judiciário, assim como entrada dos municipalistas no Congresso Nacional.

Brandão também aproveitou a vinda à Confederação para se tornar contribuinte com a entidade municipalista e receber orientações do atendimento técnico e institucional da CNM. Em entrevista à Rádio CNM, ele contou como conseguiu reestruturar a economia do Município e manter altas taxas de empregabilidade durante sua gestão. “O Município de Ipirá sem dúvida tem sua vocação no artesanato do couro e na pecuária leiteira, mas, quando falamos em desemprego, a gente tem o prazer de ter em Ipirá uma indústria de calcados que emprega cerca de 1,8 mil pessoas”, contou o prefeito.

Questionado sobre quais os incentivos e os mecanismos para manter essas altas taxas, o gestor relatou quais as iniciativas que a prefeitura tomou para qualificar e aprimorar os profissionais no Município. “Além dos incentivos fiscais que são necessários para manter as empresas no Município temos ainda uma escola profissionalizante, em parceria com o governo, e nós direcionamos o viés da escola para o artesanato de couro, hoje mais 70% das aulas e cursos são voltados para a qualificação dos artesões”, explicou o gestor.

Desenvolvimento
Do mesmo Estado, mas com desafios antagônicos, o prefeito Andrade também buscou orientações na sede da CNM. Com perfil agrícola, 23 mil habitantes e 23% da população na área rural, o grande desafio da sua gestão é impulsionar a economia e os agricultores familiares, produtores de cacau. “A gente vem investindo muito na área rural”, disse o prefeito ao afirmar que sua região passou por uma natural reforma agrária.

Segundo Andrade, sua gestão ainda utiliza pouco os sistemas disponibilizados pela Confederação, apesar de reconhecer que os dados e os panoramas disponibilizados, gratuitamente, podem auxiliar bastante no cotidiano da administração. “Esse é um dos motivos de eu estar aqui hoje, para apurar o funcionamento desses sistemas e conseguir colocar em prática lá no nosso Município”, disse o prefeito de Mutuípe. Conduto, Andrade recomenda aos demais municipalistas que aproveitem as facilidades e as tecnologias da CNM.

Ouça abaixo a entrevista do prefeito de Ipirá.

Entrevista—Prefeito-Marcelo-Brando—Ipir-BH

Por: Mabilia Souza e Raquel Montalvão
Fotos: Victor Queiroz
Da Agência CNM de Notícias