O Conselho Comunitário de Segurança Pública (CONSEG) apresentou nesta sexta-feira (28) um projeto que irá monitorar a cidade de Ipirá, através de câmeras de videomonitoramento. O sistema irá permitir que as polícias Civil e Militar acompanhem em tempo real ou usem imagens das câmeras de segurança para futuras investigações.

O encontro foi realizado no auditório do CETEP e contou com a presença da presidente do Conseg Marluce Almeida, do delegado Azevedo, do major Igor Prazeres Santos — comandante da 98CIPM, além de prepostos da 21ª Ciretran e comerciantes locais.

De acordo com a presidente do Conseg, Marluce, a implantação do projeto será divida em três etapas. A primeira consiste na instalação de seis câmeras de alta resolução em pontos estratégicos da cidade, custeado unicamente pelo Conseg em parceiria com comerciantes locais. Já para a segunda e terceira etapa o orgão irá buscar investimentos junto ao poder público.

Ao todo, o projeto prevê que 83 câmeras serão instaladas em toda cidade, inclusive com sistema de reconhecimento facial em pontos estratégicos.

Afim de garantir a privacidade do cidadão ipiraense, durante o encontro ficou acordado que somente as forças de segurança pública terão acesso ao sistema.