Em reunião com o representante constituído pela empresa DMO- administradora do Centro de Abastecimento de Ipirá, nesta segunda-feira (07), com os feirantes, membros da associação e seu advogado DR. Gustavo CHALHUB, além de Adson Soares, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL Ipirá, ficou estabelecido o prazo de 07 dias corridos para que a empresa apresente a apólice de seguro, que é uma obrigação contratual.

Em contrapartida, os feirantes enviarão dentro do mesmo prazo, os recibos referentes às perdas materiais e pessoais que tiveram em relação à enxurrada ocorrida principalmente no mercado de farinha no mês passado, como é de conhecimento de todos.

Questionado sobre a reunião, o advogado dos feirantes disse o seguinte:

“Certo de que se iniciou nesta data um processo de diálogo transparente e verdadeiro, com o intuito de que se possa chegar a uma solução administrativa por parte da empresa. Caso isso não ocorra, medidas judiciais poderão ser tomadas com envolvimento de todos que venham a ser responsáveis pela indenização da classe mais frágil desta relação- OS Feirantes” disse ele.

Por Redação CN com informações e foto da Associação dos Feirantes de Ipirá