Na tarde desta quinta-feira (09), cinco garotos foram até a sala do delegado de Presidente Dutra, município que fica localizado no estado do Maranhão, para fazer uma reclamação. Enquanto jogavam futebol na rua, a vizinha irritada recolheu a bola e não quis devolver.

O que desencadeou a ira da mulher foi o fato de um chute ter acertado o portão de sua casa. Indignados por não poderem jogar bola, foram até a delegacia de polícia para tentar resolver a situação. As crianças têm idades entre 7 e 8 anos.

César Filho, o delegado que atendeu as crianças, conta que ficou surpreso quando viu os 5 garotos irem até a delegacia para o procurar: “Ficamos muito felizes pelas crianças confiarem na gente. É um exemplo de que a polícia não é bicho, estamos aqui para ajudar a todos, independente da situação”, diz.

Ao descreverem como era a bola que usavam para brincar, os garotos disseram que ela era “velha e murcha”. Ao ouvirem o relato, os policiais da delegacia decidiram se mobilizar, e compraram uma nova bola de presentes para eles.

Além disso, fez questão de enviar um investigador para a casa da vizinha, intimando-a para não pegar novamente a bola das crianças pois, caso o fizesse, poderia responder criminalmente. César Filho disse que a mulher não é uma pessoa ruim, mas que aquela foi a maneira que encontrou para se defender diante do incômodo de ter o seu portão acertado por chutes. “Mas, caso ela pegue novamente a bola dos garotos, ela pode responder por apropriação indébita ou furto”, explica o delegado.

Fonte: 1News