Para evitar pandemias como a de Covid-19 e grandes emergências de saúde pública, a Organização Mundial de Saúde (OMS) mantém uma lista de patógenos (vírus e bactérias) que devem ser priorizados para pesquisa e desenvolvimento de vacinas e tratamentos.

O rol é atualizado anualmente, e as doenças são escolhidas conforme o potencial epidêmico e a falta de medicamentos ou maneiras de prevenção.

A lista foi publicada pela primeira vez em 2018. No momento, estão nela: Covid-19, febre hemorrágica da Criméia-Congo, Ebola e Marburg, febre de Lassa, Mers e Sars (essas doenças, que também são causadas por coronavírus, estão na lista desde antes da pandemia), Nipah e condições henipavirais (desencadeadas pelo mesmo tipo de vírus), febre do Rift Valley e Zika.

A OMS também alerta para a chamada “doença X”, que representa a possibilidade de uma nova pandemia surgir de um patógeno que ainda é desconhecido. A adição dela na lista é um pedido para que a comunidade científica se prepare para lidar com um inimigo inesperado.

Fonte: Metrópoles

Tag