Morreu na manhã deste domingo, 17, no Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA) em Feira de Santana Manoel Pires Pereira, 56 anos. Ele foi vítima de tiros disparados por um policial militar conhecido por Edinho na madrugada de quinta-feira, 14, no Bairro Sonho Meu, em Conceição do Coité, na ocasião o militar atirou também em Maurício Alves que foi a óbito na hora. Ambos trabalhavam de frentista de um tradicional posto de combustíveis em Coité.

Manezinho como era conhecido o frentista que morreu neste domingo, levou pelo menos 4 tiros, conseguiu correr e foi socorrido para o Hospital Português – Unidade Regional de Coité por volta das 03h30 de quinta-feira, ele estava consciente, mas com o passar das horas seu estado de saúde se agravou e ao dar entrada no Cleriston foi imediatamento para o centro cirúrgico, houve uma campanha em redes sociais para doação de sangue, mas infelizmente ele não resistiu as consequências dos tiros, principalmente dois deles que atingiram órgãos vitais.

Havia uma grande expectativa de familiares e amigos pela recuperação de Manoel, pessoa de bem que ofereceu carona ao criminoso, segundo informou a dona de um bar onde estavam cerca de duas horas antes do crime., e por parte também da policial civil que investiga o caso, já que somente ele poderia revelar todo acontecimento desde que saíram do bar na Praça da Bíblia.

O policial militar que estava de folga e fazia uso de bebida alcoólica conforme testemunhas, foi detido em flagrante no local do crime por uma guarnição da PM da 4ª Cia/Coité e apresentado a Delegacia de Serrinha.

Fonte: Calila Notícias