Um homem, de 30 anos, suspeito de estuprar e engravidar uma menina de 13, teve um mandado de prisão preventiva cumprido, na tarde de segunda-feira (18), em Curaçá, por uma equipe da Delegacia Territorial (DT) da cidade.

De acordo com a titular da unidade policial, delegada Tereza Jucélia Barbosa Araújo, o suspeito assediava a vítima e praticou o ato na residência dele. “Após o crime, ele passou a ameaçar a garota para que ela não contasse sobre o abuso”, acrescentou a delegada. 

Ocorrido em julho de 2015, naquele município, o caso só chegou ao conhecimento da polícia seis meses depois, quando a mãe da vítima percebeu um comportamento diferente na filha e a levou ao médico. “Foi quando descobriu que a menina tinha sido estuprada e estava grávida”, informou a titular da DT/Curaça.

Com o cumprimento da ordem judicial, o homem foi submetido a exame de lesões corporais e está à disposição da Justiça, aguardando transferência para o Conjunto Penal de Juazeiro, onde vai responder por estupro de vulnerável.
Ascom-PC/Priscila Carvalho