Dez veículos de transporte clandestino foram apreendidos em trechos da BR-116 de Feira de Santana, Tucano e Rafael Jambeiro. Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), cerca de 180 passageiros que estavam nos veículos irregulares foram realocadas em ônibus de empresas regulares, com as despesas de passagem pagas pelas empresas flagradas.

Foto: Divulgação / ANTT

De acordo com a agência, apesar da pandemia e da redução da atividade econômica, 650 veículos já foram apreendidos somente em 2020, o que teria garantido transporte mais seguro para 19,5 mil pessoas. A ANTT disse que embora as linhas autorizadas e regulares tenham reduzido a frequência de viagens desde março/2020, o transporte clandestino seguiu na contramão.

As apreensões fazem parte da Operação Pascal da ANTT que segue em todo país no combate ao transporte clandestino de passageiros. As apreensões dos dez veículos ocorreram entre os dias 13 e 15 de agosto e teve o apoio da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba).

Em veículo clandestino, o passageiro pode viajar guiado por motoristas sem treinamento e em veículos precários, alguns até em péssimo estado de conservação e manutenção, o que aumenta em quatro vezes a letalidade dos acidentes envolvendo esse tipo de transporte.