Investigado por atingir quatro pessoas a tiros, dentro de um bar em Feira de Santana, um sargento da Polícia Militar teve o mandado de prisão preventiva cumprido, na terça-feira (15), na 1ª Delegacia Territorial (DT), daquela cidade.

De acordo com as informações levantadas pela delegada Ludmila Vilas Bôas, responsável pela apuração do crime, o suspeito chegou ao estabelecimento e ofereceu uma cerveja a um dos clientes presentes, que não aceitou. “A partir daí ele começou a efetuar os disparos. As vítimas foram socorridas para o Hospital Geral Clériston Andrade e uma delas permanece internada até hoje”, disse a delegada.

Após o atentado, ocorrido em fevereiro, foram coletados 14 estojos, calibre .40 no local e, com base nos depoimentos, a delegada solicitou a ordem judicial para prender o policial. O homem, que já responde a um processo por violência doméstica, foi encaminhado para realização do exame pericial e conduzido ao Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas.

Ascom-PC