O homem acusado de esfaquear a esposa em Feira de Santana, a 100 km de Salvador, em fevereiro de 2020, foi condenado na quarta-feira (1°), em júri popular, a 12 anos, 4 meses e 7 dias de prisão, em regime fechado. A defesa do condenado recorreu da decisão.

O crime ocorreu no condomínio residencial Parque Viver Estilo, no bairro Conceição. Jeremias Souza da Conceição e Elisângela Santos Oliveira eram casados há 15 anos e ele não aceitava o pedido de separação feito pela vítima.

Depois de buscar a esposa e o filho de 9 anos na casa dos pais dela, Jeremias Souza os levou para o apartamento onde o casal morava, pediu que a criança pegasse uma chave em um carro, se trancou com Elisângela Oliveira no imóvel, e tentou matá-la.

A vítima foi agredida com socos e golpeada com uma faca pelo menos 15 vezes. Jeremias Souza ainda jogou álcool sobre o corpo da esposa e tentou atear fogo. Elisângela Oliveira foi salva pelo irmão, que arrombou a porta do apartamento, que estava escorada com um sofá.

Os pedidos de socorro dela e os gritos da criança foram registrados por vizinhos. Jeremias Conceição foi preso em flagrante.

Logo após o julgamento, que começou de manhã e terminou depois das 19h, o condenado foi levado de volta para o Conjunto Penal de Feira de Santana, onde já estava preso.

Fonte: G1