Uma adolescente de Iaçu, no Piemonte do Paraguaçu, teve uma medida protetiva autorizada pela Justiça nesta quarta-feira (28). A jovem, de 16 anos, tinha sido ferida por um paralelepípedo arremessado pelo ex-namorado, de 17 anos. Ao G1, o delegado Ítallo Bruno Araújo, que apura o caso, disse que caso o acusado desobedeça à medida, haverá uso da força policial, em caso de necessidade, e internação provisória do adolescente.

Com prazo de seis meses, podendo ser estendida, a medida protetiva proíbe o contato do adolescente com a vítima e familiares por qualquer meio, ainda que por terceiras pessoas; Também veta a aproximação com a vítima e às testemunhas do caso no limite mínimo de 100 metros; além de impedir que o adolescente frequente as proximidades da residência da vítima, casa religiosa ou qualquer outro lugar que ela frequente habitualmente.

A agressão ocorreu no dia 17 de outubro. A vítima disse que saiu com um grupo de amigos para uma pizzaria e, na volta para casa, o ex-namorado apareceu e cometeu a agressão. O golpe feriu queixo e ombro da menina.

Fonte: Bahia Notícias