O policial militar acusado de causar a morte de um passageiro de um carro por aplicativo em Itabuna, no Sul, foi afastado pela corporação. A informação foi divulgada pela Polícia Militar (PM-BA) nesta terça-feira (14). O crime ocorreu no dia 5 de maio e vitimou José da Paixão Santos, que fazia visitas em Itabuna.

Uma discussão entre o policial, que estava em uma motocicleta, e o motorista do carro por aplicativo antecedeu o fato. O condutor segue viagem, mas o policial para, saca uma arma e atira na direção do fundo do veículo. Câmeras de segurança mostraram o momento do disparo. Depois do crime, o homem fugiu do local.

Na última sexta-feira (10), ele se apresentou a uma delegacia e chegou a negar ter envolvimento no crime. Na ocasião, o policial foi liberado porque não havia mandado de prisão contra ele. José da Paixão estava na companhia da namorada, do filho e da enteada, que são crianças, mas eles não foram atingidos.

A vítima foi socorrida para o Hospital de Base de Itabuna pelo próprio motorista por aplicativo, mas não resistiu aos ferimentos.

Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos no Instagram e acompanhe as notícias no Google News – Participe do nosso grupo no WhatsApp