O policial militar acusado de matar um passageiro de um carro por aplicativo em Itabuna, no Sul, teve a prisão preventiva decretada nesta segunda-feira (20). O homem – de 46 anos e que não teve o nome informado – é apontado como autor do disparo que vitimou José da Paixão Nascimento.

O crime ocorreu no dia 5 de maio após uma discussão de trânsito entre o PM e o motorista do veículo. Câmeras de segurança mostraram o momento do fato. Após a discussão, o carro seguiu viagem e o policial, que estava em uma motocicleta, dá uma parada, saca uma arma e atira nos fundos do carro.

Conforme a TV Santa Cruz, o PM também teve uma arma calibre 380 apreendida, além de um capacete e a motocicleta. Antes do decreto de prisão preventiva, o policial já havia sido afastado da Polícia Militar.

Ainda segundo informações, cinco dias depois do fato, o policial chegou a se apresentar em uma delegacia e negou envolvimento no crime. Na ocasião, ele foi liberado porque ainda não havia mandado de prisão contra o mesmo. 

Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos no Instagram e acompanhe as notícias no Google News – Participe do nosso grupo no WhatsApp